Autor - Daniel Vieira

Vai um sitezinho aí?

Site grátis

Se eu ganhasse 10 reais pra cada pessoa que vem me pedir “um sitezinho simples”, dar uma mão num negócio que aconteceu no computador, virar parceiro/sócio numa ideia genial que teve, ensinar a ganhar dinheiro na internet, ensinar a fazer coisas que em uma rápida pesquisa no Google resolveria, dar sugestões de app pra iPhone, e muitas outras coisas que me pedem diariamente…eu tiraria uns 2 salários por mês.

Seguinte:

  • Eu não vou fazer sites pra ninguém, se quiserem site indico fortemente a AgênciaUnius Multimídia, onde eu já trabalhei por mais de 2 anos e sei que os trampos feitos lá são de excelente qualidade. Ou se quiserem algo “por fora”, posso indicar alguns programadores e designers que pegam freela. Leia Mais

Resoluções para 2014

Minhas resoluções que não são resoluções, mas que no final são resoluções para 2014.

Assim como a maioria dos textos, o escritor perde pelo menos uns 40% do tempo para pensar no título e foi o que fiz, eu queria um título diferente do que provavelmente a maioria das pessoas estão usando e usam em todas viradas de ano, mas no final acabei deixando esse mesmo, “Resoluções para 2014”, porque assim como todos os anos anteriores, eu simplesmente não tenho uma resolução. Já ouvi falar que uma pessoa bem-sucedida tem planejado seus próximos 5 anos, sendo que os próximos meses são bastante detalhados, então posso dizer que sou um fracasso de pessoa, graças a Deus.

Ok, eu seria hipócrita em dizer que não tenho uma resolução para esse ano, afinal não ter uma, já é uma resolução. 😛

Se há desejos que eu tenho, são eles:

  • Que esse ano eu me preocupe menos com meu ego e possa me focar mais no próximo;
  • Que eu não me cale diante da injustiça e possa estar sempre disposto a ajudar o oprimido;
  • Conhecer pessoas novas e novas culturas;
  • Aperfeiçoar meu espanhol (por causa do mochilão);
  • Praticar diariamente meditação de esvaziamento, contemplação e orações a Deus;
  • Agradecer diariamente a Deus pelo maravilhoso milagre da vida e por Ele me amar mesmo eu não merecendo;
  • Amar mais as pessoas e não desejar matar ninguém com as piores torturas existentes;
  • Ter sempre uns trocados para uma cerveja gelada com os amigos;
  • Que eu nunca busque estabilidade financeira e sim psicológica/emocional, pois com essa nada pode tirar minha paz, inclusive o dinheiro (tanto a falta quanto em excesso), já com a financeira qualquer deslize pode abalar o resto da vida;
  • Amar, respeitar e honrar sempre minha família;
  • Conservar os bons amigos, independente da distância.

 

Que esse ano eu possa praticar mais aquilo que a Mestra Isabel diz sobre identidade e chamado (anotações do Gabriel Cantarino):

Para reconhecer seu chamado é necessário primeiramente entender nossas origens, nossas histórias, nossas raízes, nossas bases, nossos problemas passados, nossos traumas vencidos, nossos erros e acertos.

Se entende o passado reconhecendo minha identidade, se reflete o presente revendo quem sou e se projeta o futuro sendo coerente com aquilo que Ele quer que eu seja. Uma identidade fortalecida é o primeiro passo para se fazer missão! Deus também trabalha através de personalidades!

 

E sobre promessas, deixo um trecho do documentário da biografia de Rubem Alves sobre esse assunto:

“Eu nunca ouvi de nenhuma pessoa que vai fazer uma promessa pra Deus (promessa pra receber uma coisa de volta), nunca vi uma pessoa que prometesse uma coisa boa pra Deus, por exemplo, promessa de que vou escutar Martha Argerich tocando Mozart, prometo que vou tomar um copo de whisky todos os dias, prometo que vou tentar transar 2 vezes por semana pro resto da minha vida, COISAS BOAS. O que que a gente promete pra Deus? Casca de ferida! Prometo subir os 400 degraus da escada da igreja de joelhos, prometo não beber Coca-Cola durante seis meses…é como se Deus ficasse babando de prazer nos sofrimentos.”

 

Que todos os meus passos e caminhos sejam guiados e iluminados por Deus. Sendo toda honra e toda glória a Cristo.

Então é Natal…E o que Jesus tem a ver com isso?

TUDO!

“Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação, pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por ele e para ele.” — Colossenses 1:15-16

Nessa data tão controversa, onde cada um enxerga de uma maneira diferente, muitas vezes acabamos esquecendo qual o real sentido do Natal, que é para celebrar o nascimento de Jesus Cristo, nosso Salvador. Não vou entrar em discussões e detalhes sobre essa não ser a possível real data do nascimento, ou sobre o natal ser comemorado por conta de São Nicolau, ou et cetera.

Essa é uma data de comemoração, onde deveríamos estar com nossos corações cheios de alegria pois nasceu Aquele que veio tirar o pecado do mundo para todos que nEle crer!

Se você assim como eu um dia estava na maior merda, com um vazio existencial, vivendo a mercê de sua própria vontade, crendo ser autônomo e fazendo tudo que lhe vinha a mente…e hoje graças ao Redentor tem uma nova vida, lavada de todos pecados, com uma nova oportunidade de um novo start, alegre-se! Foi para isso que nasceu o Filho de Deus, o primogênito.

O Natal não é, ou pelo menos não deveria ser, uma data para alavancar o consumismo desgraçado desenfreado, que vai justamente contrário a tudo que Cristo pregou em Sua vida. O Natal não é apenas para você encher a barriga até um ponto em que não aguenta mais comer, não que isso não seja delicioso.

Damos presentes a quem gostamos, resgatando a simbologia dos três reis terem levado presentes à Jesus, mas eu me pego perguntando: Qual o presente que tenho dado para Jesus? Não que ele precise de presentes, mas Ele é merecedor de tudo aquilo que podemos dar em adoração, esse é nosso presente que podemos levar não à manjedoura, mas ao altar em que Cristo habita, nossos corações.

Também podemos dar um “presente” para Ele, saca só:

Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram;
necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram’.
“Então os justos lhe responderão: ‘Senhor, quando te vimos com fome e te demos de comer, ou com sede e te demos de beber?
Quando te vimos como estrangeiro e te acolhemos, ou necessitado de roupas e te vestimos?
Quando te vimos enfermo ou preso e fomos te visitar? ’
“O Rei responderá: ‘Digo-lhes a verdade: o que vocês fizeram a algum dos meus menores irmãos, a mim o fizeram’.
— Mateus 25:35-40

Que nesse Natal, nós possamos refletir sobre qual o real sentido dessa data e com a ajuda de Deus, mudar toda e qualquer concepção errada que ainda carregamos. E que o “espírito natalino” não seja apenas nos 25 de dezembro de nossas vidas, mas seja em toda vida integralmente. Que a gente possa ter consciência de que o Deus do Universo por amor pela sua criação, veio a terra em forma de homem humilde para nos deixar mensagens de vida, paz e esperança, e morrer a pior morte (para a época) possível em função de libertação do pecado e nos levar próximo a Ele.

Todo menino quer ser homem.
Todo homem quer ser rei.
Todo rei quer ser Deus.
Só Deus quis ser menino.

— Leonardo Boff

“Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado, e o governo está sobre os seus ombros. E ele será chamado Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz.”
— Isaías 9:6

 

Coopere com Deus e veja o milagre acontecer

Ontem eu estava caminhando e no meio do caminho comecei a conversar com Deus e expor pra Ele um monte de desejos e necessidades que eu tenho – não que Ele não soubesse de nada, mas eu sinto que preciso contar mesmo assim – um desses meus pedidos, era que eu precisava de uma iluminação mental de qual caminho eu deveria tomar para um próximo passo de minha vida, após eu contar tudo eu já ficava naquela expectativa de que uma mágica iria acontecer a qualquer momento e os pensamentos seriam simplesmente iluminados e eu teria a direção exata que tomar. Que ideia ingênua!

Passado dois minutos eu comecei a raciocinar um pouco e ponderar cada um dos caminhos que eu tomasse quais seriam as consequências…e então a mágica aconteceu! Eu tracei algumas metas e objetivos, tudo ficou iluminadamente iluminado, ahá!

Deus nos fez seres pensantes, Ele quer que a gente coopere com algumas de suas “mágicas” para que algo aconteça (antes que os monergistas me joguem pedras, eu não estou falando sobre sinergismo soteriológico). O Criador não nos fez para ficarmos parados simplesmente esperando uma transformação, uma casa não é construída sozinha sem que um pedreiro empilhe tijolos e concreto a mando de um chefe/engenheiro, da mesma forma que nós temos que nos movimentar para que Deus possa nos usar e a casa ser construída, nem que isso precise levar uma vida inteira.

Isso me fez lembrar daquela estória do navio que naufragou e o único sobrevivente que estava sobre um destroço flutuando, ao receber ajuda do resgate rejeitava dizendo: “Não preciso de ajuda, o Senhor irá me salvar” e isso acontecia várias vezes até que ele morresse a deriva do mar. Que burro! Deus estava enviando aquelas pessoas para o resgate e o cara simplesmente não aceitava o milagre esperando por uma mágica divina com prováveis cenas hollywoodianas.

Preste atenção ao seu redor e veja o milagre de Deus o tempo todo nos cercando, abra os olhos e veja onde você pode/deve cooperar para que o milagre se concretize.

Antes que me chamem de herege, eu realmente acredito em milagres, em pessoas doentes que são curadas, em livramentos sem explicações, entre outras coisas. Mas eu creio também que devemos nos mover e não sermos espiritualmente preguiçosos.

E como canta O Tetro Mágico: “Milagres acontecem quando a gente vai à luta!”

Seja influente, não famoso

Eu tava lendo a última edição da revista Galileu que saiu com o tema “25 mais influentes da internet brasileira em 2013” e após terminar a matéria eu percebi que tem algumas dessas pessoas que eu simplesmente NUNCA tinha nem ao menos ouvido falar o nome. Aí eu pensei: “Mas caramba! Eu vivo na internet, to sempre antenado em tudo que tá rolando e não conheço alguns, como pode?”. Então eu li o título novamente e saquei “eles são influentes, não necessariamente famosos“.

revista galileu 25 pessoas mais influentes da internet 2013

Isso tudo fez muito mais sentido pra mim, afinal uma pessoa pode muito bem ser influente e não ser famosa. Conheço muita gente que com certeza você nunca ouviu falar o nome e que exerce influência demais sobre muitas outras pessoas, sem contar aqueles que exercem influênciaapenas para uma ou duas pessoas, algo que já tá ótimo.

A fama tem seus problemas e nem é preciso exemplificar nenhum deles, a gente tá cansado de ver gente se dando mal por causa da fama subir pra cabeça, etc. Claro que uma pessoa famosa exerce influência sobre pessoas e com isso ela tem “poder” de fazer algo bom ou ruim.

Uma pessoa influente pode fazer muito por uma pessoa, por uma comunidade ou até mesmo por toda uma sociedade, são pessoas trabalhando no backend, sem holofotes sobre a cabeça, são as que costumam mais fazer diferença na vida dos outros. A fama pode até acontecer, mas uma pessoa influente, sempre será influente.

Seja influente, não famoso. Você pode ser influente na sua casa, na sua escola/faculdade, na igreja, no trabalho, no buteco…seja lá onde você estiver e qual for seu meio de vivência, você pode influenciar pessoas a mudarem de vida, buscarem algo melhor pra elas, você pode influenciar em muitas coisas, por isso é bom ter cuidado com o tipo de coisa que você influencia, do mesmo jeito que podemos influenciar alguém para fazer algo de bom e positivo, o inverso também acontece.

Então eu resolvi jogar tudo pro alto e fazer um mochilão pela América do Sul…

Já faz um tempo que estou ansioso pra escrever isso, mas estava esperando o momento certo já com maiores certezas e confirmações, enfim chegou a hora e posso finalmente “por pra fora” e dividir com vocês várias coisas que tenho carregado comigo. Como muitos dos que leem isso faz parte da minha vida e meu cotidiano, nada mais justo do que compartilhar isso. O post vai ficar meio longo, espero que você tenha paciência ou simplesmente feche isso e vai fazer algo realmente útil 😉

Alguns de vocês já sabem, em março partirei pra um mochilão passando por quase toda América do Sul, começarei por Bogotá na Colômbia, depois seguirei para a Venezuela, volto pra Colômbia, no tão clamado Caribe Colombiano, Cartagena das Índias, após isso sigo para o Equador, Peru (Lima), Bolívia (Santa Cruz de La Sierra), Chile (Los Andes e Santiago), Argentina (Ushuaia e Buenos Aires), Uruguai (Montevideo), Paraguai (Asunción) e finalmente volto para o Brasil.

Esse “roteiro” ele não é definitivo, ou seja, tudo pode mudar no meio do caminho e estou completamente aberto a isso, acho que justamente isso é o que faz diferença em um mochilão, e claro que grana e tempo também hehehe. Eu não vou com tempo predefinido para voltar, estarei literalmente sendo guiado pela fé =P

Desde praticamente sempre que vivo e tenho alguma consciência de quem sou, até mesmo antes de ser cristão, eu nunca me conformei com os padrões desse mundo, sempre quero e estou atrás de algo novo e que me desafie, desafie meu caminhar, desafie minhas ideias e meus ideais, são desafios que possam me transformar e se possível ser uma pessoa melhor. Com o cristianismo e esse monte de coisas que Jesus falou e está marcado pra sempre no meu coração, eu apenas posso confirmar muitas dessas minhas inconformações e até mesmo ficar um pouco mais revoltado com o sistema (uii revoltz). Quando digo essas coisas, eu não digo mais como aquele adolescente de 10 anos atrás que enchia o rabo de cachaça e marijuana, ficava sem tomar banho, deixava de comer carne, levantava um moicano e esperava mudar o mundo apenas chamando a atenção. Dessa vez eu realmente acredito na mudança, a começar porque ela tem partido primeiramente da mudança do meu próprio caráter e atitudes, mas principalmente porque essas mudanças não são obras minhas, mas sim de Deus através de mim, a glória jamais será minha ou de qualquer homem, eu sou passageiro e um dia vou voltar pra terra, mas aquele que chama, envia e também recebe a glória e todos os méritos.

Foi então que há alguns meses atrás e comecei a cogitar a possibilidade de concretizar um sonho meu de “simplesmente” jogar tudo pro alto e seguir…

EinsteinCara, Einstein tava muito certo quando disse que uma mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original. Depois que comecei a pensar nessas coisas já era tarde demais, eu não iria conseguir tirar essa ideia da cabeça, então tudo que me restou foi aceitar a possibilidade e encarar esse presente/desafio que Deus me ofereceu.

O primeiro passo foi fazer uns cálculos, depois ter uma temível e constrangedora conversa com minha chefe, pessoa fantástica que sempre estendeu as mãos pra mim, então seria difícil pedir as contas depois de 2 anos caminhando juntos e eu dando o sangue pela agência que amava trabalhar. Passado esse tempo falei pra família e pra alguns amigos mais próximos.

São Paulo - SPE agora estou indo embora da cidade mais louca, linda, charmosa, desgraçada, abençoada, boêmia e gritante que eu já conheci. Ahh São Paulo, que saudade que eu já to de você! Cidade onde o berro do oprimido é abafado por buzinas, máquinas, ambulantes, copos brindando…cidade onde um dos maiores prazeres pode ser em simplesmente sentar numa mesa na calçada dum buteco junto a bons amigos e tomar uma cerveja gelada, um brinde a isso!

Mas tá na hora de partir, ficarei por 3 meses morando novamente junto com aqueles que me criaram, sempre me amaram, e me amam. Três meses com papai, mamãe e irmãzinha =). E então partirei para a viagem.

pppEm São Paulo foram muitos (muitos mesmos) que passaram por minha vida, mas tem alguns a quem devo muito, a grande maioria são amigos que fiz na minha igreja do coração, Capital Augusta, pouco tempo após eu chegar em SP eu me envolvi com essa galera, vi ali um monte de imperfeitos, zuados, carentes da glória de Deus, porém com sede de Cristo e realmente afim de ser igreja. Eu tive certeza que era ali que eu deveria estar. Agradecimento especial pra aqueles que me deram as mãos e me confrontaram quando eu mais precisei, Rod, Junior, Vânia, Gui, Suz, Mestra Isabel, Fer, Benez, Vitão, Cuba, Sid, Frango, Lili e mais alguns que muito provavelmente esqueci. Amo vocês de verdade.

Com essa galera eu aprendi muito sobre o que é ser uma comunidade de fé e que luta pelos valores do Reino. E muitas outras coisas que poderia passar horas contando.

Também estou trancando minha faculdade de Teologia que faço na FTML, lugar muito bacana onde também conheci ótimas pessoas e professores intelectuais do mais alto nível que mudaram muito da minha forma de ver o mundo através da ótica da espiritualidade cristã. Professor Célio, professor Rogério e novamente a Mestra Isabel, são muitos dos responsáveis pelos meus maiores questionamentos e mudanças, obrigado, Deus abençoe muito vocês!

Mas enfim… Ficarei esses meses em São Pedro, interior de SP, descansando, dando continuidade aos meus trampos pra juntar mais grana e também nunca sem parar de seguir no chamado que Deus tem na minha vida.

Quando começar meu mochilão, irei postando e atualizando com o que tiver para contar da viagem.

Orem por mim, preciso muito da orações de vocês, sempre precisei.

Muito obrigado por todos que passaram por minha vida e mais agradecido por aqueles que ainda permanecem.

Deus abençoe a todos.
Dan

ENEM é um saco!

Boa tarde gente bonita! Queria compartilhar com vocês a minha história de ENEM.

Em 2006 eu estava terminando o terceiro colegial e como todo bom vagabundo eu não queria fazer o ENEM, mas como tava rolando uma certa tensão lá em casa por justamente eu ser muito vagabundo, então para agradar meu pai eu fui fazer a bendita prova.

Naquele ano, a prova ainda era feita apenas em um único dia. Sabadão bonito, ensolarado, lá fui eu perder meus seriados favoritos, cervejinha no buteco ou sei lá o que eu poderia fazer naquele dia para ir até a escola fazer a prova.

Após chegar, me identifiquei e segui até a sala de aula. Dada a largada para começar a prova, nem li nada, apenas coloquei meu nome no papel de respostas e fiz uma brincadeira que durou 5 (CINCO) minutos, eu balançava a caneta em cima da prova e na letra que ela caísse eu contava até 5 (acho que eram cinco possibilidades de respostas) num ciclo até chegar aquela letra e então essa seria minha resposta.

Para a redação eu fui um pouco mais babaca, o tema era “O que você acha das cotas nas universidades”. Minha dissertação foi a seguinte:

“Pode cre, eu curto”.

Maravilha, terminei a prova…porém precisava esperar o período mínimo na sala de aula, era de 30 minutos se não me engano.

Assim que saiu o resultado das provas, para minha surpresa a nota que tirei foi 60!!!! SESSENTA FUCKING PONTOS NO FUCKING ENEM ZUADO!

E vocês aí se matando, chorando, acendendo velas, fazendo promessas, e sabe Deus mais o que. Tsc tsc tsc, lamentável! ENEM é um saco, cara!

Qual sua moeda?

Essa manhã assim que eu acordei logo tive uma ideia muito boa e pensando um pouco vi que não seria muito difícil colocá-la em prática. O que eu queria fazer precisava com certeza estar alinhado a vontade de Deus, afinal isso seria pra Ele e então eu me coloquei a orar sobre isso.

Assim que comecei a orar, instantaneamente veio um sentimento de “putz eu não tenho feito coisas muito legais e acho que antes de mais nada preciso pedir perdão”, e então pedi perdão a Deus por algumas coisas, mas eu não estava realmente arrependido de nada daquilo, apenas pedia como se fosse um tipo de ritual que eu tinha que fazer antes de pedir algo pra o Todo-Poderoso. Me senti um lixo!

As vezes a gente entra numa religiosidade (ou até mesmo falta disso) e buscamos algum jeito de poder chegar a Deus, nós pensamos em algo que queremos e o que podemos dar a Ele. É como se tivesse uma máquina de refrigerante, nós adicionamos o valor das moedas, escolhemos nosso sabor preferido e a latinha cai magicamente e então desfrutamos.

Qual sua moeda de troca? O que você dá (ou pelo menos tenta dar) para Deus em troca daquilo que você quer?

Nós não precisamos mais sacrificar animais num templo, não precisamos fazer rezas repetidas, dizimar altos valores na igreja esperando algo em troca, dizer palavras a Deus como se fosse um ritual (assim como eu fiz), ajudar a velhinha atravessar a rua, nem nada disso para chegar a Deus.

Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional de vocês.Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.Pois pela graça que me foi dada digo a todos vocês: ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, pelo contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu.
Romanos 12:1-3

Nosso Deus é um Deus pessoal, Ele realmente se importa com a gente e está sempre presente em tudo que fazemos. Quando nós oramos, não é como se Deus fosse um gênio da lâmpada que realiza nossos desejos e nós precisamos fazer algumas coisas para Ele, o que precisamos é como Paulo diz: nos oferecer como sacrifício vivo, santo e agradável, na carta aos Efésios, aos Romanos e em Hebreus diz que precisamos de fé, em Lucas Jesus diz que precisamos amar a Deus acima de todas as coisas e negar a nós mesmo e assim por diante.

Pare de barganhar com Deus!

Nós não podemos “manipular” Deus, Ele já sabe de todas as coisas, do antes, do agora e do depois, Ele conhece todos os desejos e intentos do nosso coração. Ele não precisa de nós, nós sim precisamos dEle. A oração não transforma Deus, ela transforma a nós mesmos.

A oração é uma conversa que temos com Deus assim como temos (ou deveríamos ter) com nosso pai/mãe. É onde expomos nossas alegrias e tristezas, conflitos internos, desejos, pedimos perdão pelos erros, agradecemos por tudo que Ele nos proporciona na vida, damos honras e glórias a Cristo.

 

 

 

Não reinvente a roda. Reinvente a roda!

Não reinvente a roda disse o preguiçoso. Reinvente a roda disse o criativo.

Não reinvente a roda disse o conformado. Reinvente a roda disse o revolucionário.

Não reinvente a roda disse os fariseus e mestres da lei. Reinvente a roda disse Jesus Cristo.

Não reinvente a roda disse o eterno funcionário. Reinvente a roda disse o futuro possível milionário.

Não reinvente a roda disseram os amigos de Mike Krieger. Reinvente a roda disse Mike Krieger criador do Instagram, vendido recentemente para o Facebook por 1 bilhão de dolares.

Não reinvente a roda disse o alienado. Reinvente a roda disse o desperto.

Não reinvente a roda disseram os racistas. Reinvente a roda disse Martin Luther King.

Não reinvente a roda disse o preguiçoso. Reinvente a roda disse o criativo.

Não reinvente a roda disse a Rede Globo. Reinvente a roda disse o povo brasileiro durante os protestos.

Não reinvente a roda disseram aqueles com roupas cheirando a amaciante. Reinvente a roda disse Madre Tereza e São Francisco de Assis.

Não reinvente a roda disse o fracassado. Reinvente a roda disse o vencedor.

Não reinvente a roda disseram os músicos antes do rock. Reinvente a roda disse Elvis Presley, Chuck Berry, Beatles, Led Zeppelin, Pink Floyd, Janis Joplin, The Doors, David Bowie e Rolling Stones.

Não reinvente a roda disseram os bispos católicos em 1517. Reinvente a roda disse Martinho Lutero.

Não reinvente a roda disse o criador da pena e tinteiro. Reinvente a roda disse o criador da caneta esferográfica.

Não reinvente a roda disse o pessimista. Reinvente a roda disse o otimista

Não reinvente a roda é o que te dizem todos os dias. Reinventar a roda é a decisão que você vai tomar para ir na contramão do sistema e ir além.