Por favor, vai viajar!

Leia o título de novo. Mais uma vez. Só mais uma… Não foi o bastante pra te convencer né? Mas tudo bem, deixa eu contar umas coisinhas aqui que espero que você passe a recitar isso como um mantra “eu vou viajar, eu vou viajar, eu vou viajar. ommmm…”

Já contei algumas vezes sobre meu mochilão que fiz por quase toda América do Sul e escrevi alguns posts sobre as cidades que passei (na verdade to bem atrasado em postar o resto, mas prometo que ainda sairá). Veja nos links abaixo o que já escrevi sobre o mochilão:

As desculpas que nós damos para não viajar são muitas, cada um tem um conjunto delas que eu ouço em toda conversa sobre viagem: A grana tá curta, to juntando dinheiro pra tal coisa, não tenho mais direito às férias esse ano, eu tenho filhos/família/esposa/marido, tenho medo de viajar sozinho, sou muito inseguro, viagem não paga contas, blablabla. Fala sério, você também já falou e já ouviu muito isso?!

Não tô aqui pra dar solução para nenhum desses problemas, você é inteligente, eu sei que é, pensa um pouco aí que você vai saber solucionar sua treta. Mas quero falar da minha experiência, do que rolou comigo pra ter tomado a decisão de “jogar tudo pro alto“.

Isso que aconteceu comigo foi baseado em uma viagem longa que durou 5 meses, então muito provavelmente pode servir de inspiração pra você que pretende viajar bem menos tempo, talvez 1 ou 2 semanas.

Refuse/Resist

Assim como qualquer ser humano lúcido, eu senti medo e insegurança! Nossa, tinha dia que só de pensar nisso eu tinha ataque de ansiedade que dava umas tremedeiras mucho locas. Mas com o pouco de chão que pude encontrar pra pisar e começar realmente a pensar com a parte lógica da cabeça e não com a parte que insiste em fazer da gente um saco de batatas, eu coloquei algumas coisas na balança e deu no que deu: #partiuviajar

No meu caso, em 5 meses de viagem eu não poderia simplesmente tirar férias do trampo, então precisei pedir as contas e fazer alguns planejamentos relacionados a dinheiro, gastos, economizar, etc.

Nessa época eu estava profissionalmente crescendo bastante e recebendo aumentos, propostas de trabalhos, gente conhecida na área de marketing digital me chamando pra fazer parte da equipe e coisas do tipo, só um idiota não aceitaria isso tudo. Mas o idiota quem diria é o senso comum, aqueles que ainda não enxergam o mundo além das grades que cobrem os olhos e algemam seus punhos.

Então eu tive os seguintes pensamentos e tentava mantê-los em minha mente todos os dias:

  • Tenho saúde, ou pelo menos o mínimo que me permita permanecer vivo rs.
  • Não considero humilhante nenhum tipo de trabalho honesto, seja lá se for pra lavar pratos, virar gari ou gerenciar uma multinacional, ou seja, se uma hora a situação apertar, fome eu não vou passar, porque sei me virar e dar o melhor de mim em qualquer tipo de trabalho.
  • Tenho família e amigos. Ambos não me deixariam viver debaixo de um viaduto no papelão (o que eu tbm não teria problemas de encarar), então um sofá eu sempre teria para passar algumas noites.

Simples assim!

Eu vim pelado pro mundo, meio careca, sem dentes, sem absolutamente nada de bens pessoais, tudo que tive foi o amor de pessoas que me amaram desde o primeiro dia de vida.

O dia que eu morrer não vou levar nada comigo, vou virar pó ou adubo, então não faz sentido querer acumular coisas.

Anarchy in the… BR

Vivemos todos os dias em função de alimentar um sistema podre que enriquece em troca do meu e do seu suado trabalho. De segunda a sexta acordamos muito cedo, passamos o dia todo na rua infelizes (em 99% dos casos), voltamos tarde pra casa cansados sem vontade nem de tirar o sapato e já nos jogamos na cama/sofá, para na sexta ficar feliz pq no dia seguinte não vamos precisar trabalhar. Tipo, sério que a gente vive 5 dias na merda pra talvez poder ter 2 dias de descanso e felicidade? Que bosta de mundo é esse?

Aí então a gente passa todo esse tempo trabalhando, vendendo férias pra poder pagar a parcela do carro/casa, a maior viagem que fazemos é ir de vez em quando pra praia junto com todo o resto do mundo que resolveu ir no mesmo dia que você.

E então no final da vida nos aposentamos e podemos desfrutar daquele suado dinheiro que guardamos a vida toda. Ahh, agora você tá muito velho pra poder viajar pros lugares que tanto sonhou conhecer em vida. Putz que pena, amigo! Fazer o que né, essa é a vida. NÃO!!! Essa não é pra ser a vida! Desculpa cagar regras aqui, mas eu realmente não creio que isso seja uma vida bem vivida.

O Brasil e o mundo tem tantos lugares lindos, tantas culturas sensacionais, tantas coisas para se conhecer! Deus me livre de ter uma vida mediana.

Passagem de Avião

Nunca na história nós tivemos tantas promoções de passagens aéreas. Eu assino algumas newsletter para receber em meu email as promoções que as companhias fazem e todo santo dia eu recebo umas que fico de boca aberta com os valores. Frequentemente chegam emails com passagem saindo de vários lugares do Brasil indo pro caribe por tipo: R$ 750 IDA e a fucking VOLTA.

Tenho amigos que viajam pra lugares super perto de suas casas, ficam em hotéis medianos, comem comida mais ou menos, pegam 9 horas de trânsito, passam a viagem inteira estressados e gastam mais do que R$ 800. Agora imagina esse valor e ir pro sonhado caribe (mais as taxas de embarque, claro)?

Europa? Recebo promoções diárias para Paris, Londres, Barcelona, etecétera, por R$ 1200 ida e volta.

América do Sul? Cê tá brincando né… Ainda não foi por quê? Passagem pra Santiago, Buenos Aires, Montevideu, por… R$ 300 ida e volta.

Tá afim de ir pra Miami fazer umas comprinhas e aproveitar dar um pulo em Orlando conhecer o Mickey e sua turminha da bagunça? R$ 1100 ida e volta. Tá bom ou quer mais açúcar?

O site que mais gosto e traz sempre ótimas promoções é o famoso Melhores Destinos: www.melhoresdestinos.com.br

Comida

Sabe qual a média que eu pagava por um prato de comida no meu mochilão pela América do Sul? R$ 5,00.

5 dilmas! Isso na verdade não é uma média, era o maior valor 😉

Colômbia, Ecuador, Peru e Bolívia são países extremamente baratos para se alimentar.

Os pratos de comida nesses países são normalmente assim: Sopa e/ou salada de entrada, prato principal com arroz/legumes/frango, sobremesa e um suco natural de fruta. Eu encontrava facilmente em qualquer esquina por tipo… R$ 2,50.

Ahh, a comida do Peru é uma das melhores que já comi na minha vida! Mais pra frente quero fazer um post só sobre comidas.

Passagem de ônibus

Sabe o preço que a gente costuma pagar em uma viagem dentro do Brasil? Então… isso é o absurdo dos absurdos se comparado à América do Sul. O preço da gasolina na maioria dos países chega a ser 1/3 do nosso.

No Ecuador por exemplo eu viajava por 8 horas pagando USD 3,00. Na Bolívia, um trecho de 6 horas de viagem eu pagava no máximo 15 Bolivianos, ou em reais, mais ou menos R$ 5,00. No Peru viajei por 28 horas dentro de um busão 180º mais confortável que minha cama, com serviço de bordo, tv individual lotada de filmes e séries, por R$100.

Pra você ter uma ideia, o trecho São Paulo – Rio de Janeiro que dura mais ou menos 7 horas naquele ônibus nojento e desconfortável da Cometa, custa R$ 90.

E se não estiver afim de viajar de ônibus, em muitos países como a Colômbia, o preço da passagem de avião em cia low cost, são mais baratos que de bus. #fikdik

Hospedagem

Sabe quanto custa uma noite numa pousada meia boca em São Pedro, cidade do interior de SP que nem Deus conhece? R$ 50 no quarto mais podre possível.

Eu pagava em média R$ 20 em quarto individual com banheiro privado nos países que passei. Quando ficava em quarto compartilhado em hostel, pagava a metade disso.

Teve cidade da Bolívia que eu resolvi esbanjar e me hospedei no melhor hotel da cidade por R$ 30. Quarto com cama de casal, tv a cabo, internet, calefação (faz um frio duzinferno por lá) e serviço de camareira.

Segurança

Você sabe se virar em cidade grande tipo SP, RJ, Recife, Fortaleza? Então relaxa que lá fora você vai passar muito bem.

Insegurança existe, assim como qualquer lugar de terceiro mundo que for, mas não chega nem aos pés do que a gente vive diariamente no Brasil.

Eu não conheci ninguém que já tenha sido assaltado em nenhum dos países que fui, mesmo com as pessoas locais que conhecia, ninguém nunca foi, o que rola são os furtos, aqueles que você só percebe que foi roubado quando põe a mão no bolso de trás e descobre que não tem mais sua carteira ou celular.

Te falaram que a Colômbia é perigosa, FARC, tráfico livre, terroristas pelas ruas e tudo mais. Eis que vos digo que é tudo coisa do passado. Hoje em dia todas as cidades e rodovias estão seguras e controladas pela polícia local e exército que estão sempre a disposição de todos o tempo todo. Tipo o Brasil #sqn.

Claro que você não vai ficar numa rua escura e deserta desfilando com seu celular que custa mais que um carro. Aí é pedir por pipi no popo, né.

Incentivo visual… Fotos!

Veja a seguir algumas fotos que tirei no meu mochilão, se elas não te convencerem, suma do meu blog, por favor s2.

 

“Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer ou beber; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante do que a comida, e o corpo mais importante do que a roupa?
Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas?
Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?
“Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem.
Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles.
Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé?
Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer? ’ ou ‘que vamos beber? ’ ou ‘que vamos vestir? ’
Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas.
Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.
Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal”.
Mateus 6:25-34

 

3 ComentáriosComente

  • ainda não tinha parado pra ler o texto inteiro!
    muito legal Xani!!!! Viagem incrível né?
    Em breve eu e Andrei Mosman estamos partindo também!!! bjo

  • Nossa fiquei emocionada aqui ao ler essa citação de Mateus 6 no seu blog! Não conhecia essa passagem, ouvi pela primeira vez a poucos dias…E tem me trazido boas reflexões… Deu vontade de arrumar as malas e cair no mundo vendo suas fotos! Beijos

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.