Tag - goals

Resoluções para 2016

Happiness is only real when shared

Olá, nobres! Como vão? Bora escrever as resoluções para 2016?!

Antes de mais nada devo dizer que falhei bastante com minhas resoluções para 2015. Falhei rude!

2015 foi um ano bagunçado pra mim, sem foco, sem um norte e cheio de mudanças, algumas boas, mas na grande maioria não tanto assim, infelizmente. E será baseado em erros e acertos desse ano que passou que traço minhas novas metas para o ano que nos dá boas vindas.

Por mais agitado que tenha sido 2015 para mim foi um ano de estagnação: pouco desenvolvimento pessoal, inter-pessoal, espiritual e principalmente emocional. Mas como o objetivo desse texto não é para ser um mural de lamentações, vamos ao que é proposto, minhas resoluções para 2016!

Get Up, Stand Up!

1) Desenvolvimento Pessoal

Fail: Por ter ficado tão a mercê do destino e virado as costas para ocasiões e fatos importantes, sinto que parei no tempo, sinto que tenho vivido como um zumbi, sem pensar direito nas coisas e apenas ir caminhando em direção ao nada (braaain!).

Goal: Prestar mais atenção ao meu redor, nas pessoas, nas necessidades dos outros e inclusive nas minhas. Preciso ser um pouco menos racional e dar mais voz ao coração, ser menos frio e mais emotivo. Ver o mundo além do meu umbigo.

2) Investir Tempo em Pessoas, em Amigos

Fail: Me isolei mais do que devia em meu mundinho particular e com isso afastei muita gente da minha vida. Algumas foram tarde demais (rs), mas no geral eu mais perdi do que ganhei, literalmente.

Goal: “Sozinhos vamos mais rápido. Juntos vamos mais longe.”. É clichê? É, mas é a real! Grandes merdas chegar mais rápido num objetivo e ficar com o pote de ouro sozinho. Aproveitando de outro clichê, termino essa meta com a frase que está na imagem de destaque desse post, do maravilhoso livro/filme “Into the Wild / Na Natureza Selvagem”:

Felicidade só é real quando compartilhada.

3) Trabalhar menos horas por dia e ter mais foco

Fail: Tenho TDAH e sou workaholic, a perfeita fórmula para a desgraça. Eu sempre acabo tentando abraçar o mundo sozinho, me envolvo em tudo quanto é projeto, crio uma infinidade de outros projetos e no final não tenho nada finalizado e muito menos excelente. Tive essa meta também para 2015 e falhei. Esse ano será diferente!

Goal: Em 2015 eu ainda estava colhendo os frutos do esforço de 2014, por isso eu acabei relaxando nos projetos em andamento e me dei o luxo de iniciar coisas novas em busca de novos desafios. Grande erro da minha parte, agora tenho que correr contra o tempo até mesmo para coisas simples. Então esse ano eu não tenho a opção de “me dar ao luxo de…”, eu tenho que trabalhar duramente e com o máximo de foco em projetos rentáveis.

4) Ler mais livros

Fail: Tenho até vergonha de dizer que em 2015 eu li apenas 5 livros, isso sem contar outros 6 que estão pela metade.

Goal: Normalmente eu leio muito mais livros em 1 ano. Esse ano assim o farei! Minha meta será 1 livro por mês, os 12 anuais que eu costumo ler.

5) Ter mais momentos de lazer

Fail: Por não saber diferenciar trabalho de diversão, eu me auto-sabotava me convencendo que aquilo que faço como trabalho é a coisa mais divertida do mundo. Não que seja errado ter prazer com o labor, mas como tudo na vida, tudo que é demais faz mal.

Goal: Dividir meu dia e horários entre o que é trabalho e o que é lazer. Em 2016 pretendo fazer mais atividades ao ar livre, fora de casa, de preferência junto de amigos ou em busca de novas amizades. E claro que também tenho muitos jogos pra zerar no Playstation =P

6) Escrever mais

Fail: Como você pode ver através desse blog, desde minhas resoluções de 2015 até hoje, eu escrevi apenas 2 novos posts. E isso não se resume apenas ao blog, eu normalmente escrevia muito mais em cadernos e blocos de notas, sempre gostei de externar meus pensamentos, ideias e devaneios.

Goal: Escreverei mais, muito mais! Tanto aqui em meu blog, quanto em outros meios. O que não me falta são ideias e conhecimentos que gostaria de compartilhar com o máximo de pessoas possíveis. Isso sem contar que eu tenho o esboço de 2 livros que pretendo um dia escrever, porém como eu estou enferrujado na arte da escrita, os livros também estão parados. Necessito me aperfeiçoar na escrita, não me refiro apenas ao português bem escrito segundo as regras gramaticais etcetera, mas sim em aprender a contar histórias, criar boas redações, saber ligar eventos de uma narrativa, criar emoção ao leitor.

7) Me espiritualizar mais

Fail: Como eu disse lá no começo, vivi 2015 quase como um zumbi, sem muitos sentimentos e sem rumo. Nunca me senti tão frio, espiritualmente falando.

Goal: Sim, eu ainda creio em Deus, creio em Jesus Cristo e creio no milagre da vida. E por isso eu irei focar meu coração mais às coisas invisíveis, naquilo que eu não posso provar, apenas sentir e ter a certeza da existência e poder divino.

Finn (the human)!